bannergastrosite2

 

Sérgio Ricardo

Medicina e política unidas por um Aracati melhor


A medicina é uma das mais sublimes vocações. Para ser médico é preciso ter bem definido em si o conceito de doação. Estar sempre disposto a deixar de lado ao especial para atender ao chamado da profissão. É com essa idéia que Sérgio Ricardo vive a medicina no seu dia-a-dia e aplica no seu entendimento político da sociedade. Juntando a profissão de médico e a veia política em busca de uma melhor qualidade de vida para o seu povo.

Formado em 1991, pela Universidade Federal do Ceara – UFC, Sérgio Ricardo fez residência médica em cirurgia geral e de emergência, no Instituto Jose Frota – IJF, especializou-se em endoscopia também no IJF e faz parte da Sociedade Brasileira de Endoscopia – SOBED. Desde menino trás em si a vontade de ser médico, como ele conta: “Quando eu era bem pequenininho, minha mãe, os vizinhos e meus amigos perguntavam o que eu ia ser quando crescesse e eu sempre respondia que era “doutor”, queria ser médico de coração”.


No entanto, a idéia parecia um sonho inatingível. Vindo de família pobre, sendo o caçula dos sete filhos, Sérgio Ricardo não acreditava que pudesse ter realmente a oportunidade de estudar medicina, como deixa bem claro ao contar sua história: “Minha mãe era muito pobre, viúva, vivendo de um salário mínimo que o meu pai deixou quando morreu, então eu pensei que nunca pudesse realizar esse sonho”. Com a ajuda do amigo Ricardo Lincoln, filho do ex-prefeito de Aracati Cléber Gondim, Sérgio conseguiu estudar no colégio São João, em Fortaleza. Com muita dificuldade ele foi morar em Fortaleza, contando mais uma vez com a ajuda das pessoas, agora dos familiares, Sérgio foi acolhido na capital pelo irmão Fernando, a tia Raimunda e o marido dela Geraldo Carvalho, que possuía uma construtora, e lhe conseguiu um emprego. Assim começa a  batalha do futuro médico: trabalhando durante o dia e estudando à noite. 

O médico


Sérgio Ricardo foi porteiro do Hospital Santa Luíza de Marilac, ironicamente hoje é o hospital onde atua como médico. Ali passou de porteiro a responsável pelas contas médicas. Ao formar-se em medicina veio a exercer verdadeiramente o que lhe estava designado.

Dentre as inúmeras experiências adquiridas ao longo dos anos de vida profissional, Sérgio destaca sua passagem pelo exército como oficial, entre 1993 e 1995, no Hospital Geral do Exército em Fortaleza, mais conhecido como Hospital Militar, no 23° Batalhão de Caçadores – 23 BC e no Parque de Manutenção. “O Exército é uma das instituições mais sólidas e mais sérias do país, pelo trato, a seriedade, o compromisso, o companheirismo... ali eu fiz grandes amizades, pessoas sérias e leais, isso influenciou muito na minha personalidade e muito do que eu sou hoje”, afirma o médico.

Mas a paixão pelo que faz é que mais se destaca na fala do médico Sérgio Ricardo quando explica qual é o momento de realização maior de um cirurgião: “É quando se termina uma cirurgia e corre tudo bem, é mais que isso, é quando se dá alta e o paciente sai andando, com aquele sorriso no rosto, feliz, com o seu sofrimento resolvido. Isso não tem dinheiro que pague”.


Um fato marcante de sua atuação como médico ocorreu em 1997 no Hospital Municipal de Aracati, quando atendeu uma criança de oito anos que havia caído de um cajueiro, ele narra: “eu havia chegado a pouco da residência, muito jovem e cheio de empolgação, um dia no plantão chega uma criança de 8 anos sem uma gota de sangue, tinha levado uma queda de um cajueiro e estava em estado muito grave. Na época um colega anestesista disse que deveríamos mandar a menina para Fortaleza urgente, mas eu vi que ela não conseguiria chegar com vida. Resolvemos fazer a cirurgia. A criança estava com o rim estraçalhado, tinha código de hemorragia, mas, no fim deu tudo certo e hoje encontro com essa criança, que já é uma moça e me dá uma alegria imensa...”

O empreendedor


Ao terminar a residência Sérgio Ricardo recebeu diversos convites para trabalhar em Fortaleza, mas escolheu ir para Aracati para servir seu povo, porque esse era seu projeto pessoal. Até hoje trabalha na cidade e, embora esteja muito satisfeito com a escolha feita, sente que no município ainda faltam muitos recursos técnicos para atender aos pacientes da melhor maneira possível. Por esse motivo, Sérgio Ricardo sem deixar de lado o trabalho vinculado com o serviço público, que não disponibiliza condições para um atendimento qualificado, resolveu investir na iniciativa privada, fundando a Gastroclinic, hoje um nome firmado não só em Aracati, mas em toda região.

A idéia de Sérgio Ricardo é investir na Gastroclinic para transformá-la em uma clínica com cirurgias que disponibilize todo conforto e ofereça o que há de mais moderno para a população de Aracati. Está previsto para breve também, o lançamento do Gastroclinic Card, um cartão de descontos como forma de ajudar a população que não consegue ter acesso aos serviços da clínica. O cartão terá uma taxa anual e dará 50% de descontos em consultas e 30% em exames durante todo o ano.

Sérgio lamenta que os serviços de sua clínica não possam ser oferecidos através do sistema público de saúde, e fala da grande crise da saúde do Brasil atualmente, principalmente após a queda da CPMF. Em relação ao Ceará, acredita no governo Cid Gomes e sua sinalização de que construirá em centro de especialidades médicas na região, que garantirá um melhor atendimento para a população em recursos para usufruir de um tratamento médico particular.